Com o tema “Desafios do novo mundo do trabalho”, aconteceu no último ..." /> Sindicato dos Bancários - ENCONTRO DA JUVENTUDE CONCLAMA JOVENS À LUTA PELOS DIREITOS DOS TRABALHADORES

Sindicato Classisista e de Luta fale conosco
Notícias

Notícias

ENCONTRO DA JUVENTUDE CONCLAMA JOVENS À LUTA PELOS DIREITOS DOS TRABALHADORES

Ícone Calendário08/08/2017
ENCONTRO DA JUVENTUDE CONCLAMA JOVENS À LUTA PELOS DIREITOS DOS TRABALHADORES

 

 

Com o tema “Desafios do novo mundo do trabalho”, aconteceu no último final de semana, dias 5 e 6 de agosto, o 6o Encontro da Juventude Bancária da Bahia e Sergipe, no Águas Claras Beach Resort, no município de Saubara, no Recôncavo Baiano.

 Ao final do evento, no domingo, foi aprovada a Carta de Saubara, que denuncia os vários ataques sofridos pela classe trabalhadora e movimento sindical, patrocinados pelo Governo Temer:  "As reformas golpistas têm o claro objetivo de colocar o trabalhador contra a parede, levando-o a incertezas quanto à sua sobrevivência, o que por sua vez torna ainda mais difícil sua conscientização acerca da exploração a que é submetido todos os dias. O movimento sindical, instrumento indispensável no esforço de balizar as relações entre capital e trabalho, teve sua estrutura completamente vilipendiada pela sanha do patronato", afirma o documento.

 Diante de uma conjuntura difícil aos trabalhadores, a Carta de Saubara conclama os jovens bancários à luta pela garantia do emprego e defesa dos direitos: "É nossa a força de transformação que a sociedade necessita. É com a união da juventude que a gente pode alçar os vôos para a mudança concreta da nossa realidade. E é através da luta e do compromisso já afirmado aqui que seguiremos rumo à construção de uma sociedade mais justa, igualitária e solidária. Não descansaremos!".

 Durante o encontro foram discutidos vários temas de interesse da categoria bancária. No sábado, pela manhã, o debate foi sobre a situação econômica e política no Brasil, com a participação do deputado federal Daniel Almeida (PCdoB) e do professor de Economia da UFBA e ex-presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli.

À tarde, as discussões centraram-se nos impactos da nova tecnologia no mundo do trabalho, com a palestra de Emanoel Souza, presidente da Federação dos Bancários da Bahia e Sergipe, das reformas e da terceirização no Brasil, com Augusto Vasconcelos, presidente do Sindicato dos Bancários da Bahia. Já no domingo, os presentes debateram os desafios da juventude brasileira, tendo como palestrante Musa Ramalho, formada em Línguas Estrangeiras Aplicadas às Negociações Internacionais (UESC).

 No encontro foi eleita também os membros da Comissão da Juventude: Dani Couto - CEF Vitória da Conquista; Lucas Galindo - BB Ilhéus (presidente da comissão); Rosy Santos - CEF Sergipe; Luciana Pacheco - CEF Salvador; Marcella Andrade - Santander Itabuna; Idamar Gomes - BNB Sergipe; Rheberny Oliveira - BNB Camaçari; Cássio Campos - Bradesco Ilhéus; Luiz Raimundo - Itaú Jacobina; Eritan Carvalho - CEF Feira de Santana; Ricardo Almeida - CEF Feira de Santana; Deise Costa - Bradesco Salvador; Joline Cristina - CEF Sergipe; Jeane Pereira - BNB Santo Antônio de Jesus;Ricardo Azevedo - Santander Itabuna; Salésio Dourado - BB Irecê; Karine Cruz - BB Ipiaú; Edivan Santos - BB Salvador; e Hannah Lara - BB Juazeiro.

 Participaram do encontro, bancários das bases dos sindicatos da Bahia, Sergipe, Jequié, Irecê, Camaçari, Feira de Santana, Vitória da Conquista, Jacobina, Juazeiro, Barreiras, Ilhéus, Itabuna e do Extremo Sul da Bahia.

 Veja abaixo a Carta de Saubara aprovada no Encontro da Juventude Bancária:

 CARTA DE SAUBARA

 A atual geração de jovens bancários(as) tem diante de si um enorme desafio: enfrentar uma série de ataques cujo intuito é ferir de morte a classe trabalhadora em sua coletividade. Não estamos falando “apenas” de uma anulação covarde de direitos. Trata-se de uma verdadeira tentativa de implosão de toda uma estrutura de relativo bem-estar social e possibilidade de conquistas coletivas que se ergueu sobre o advento da CLT.

 As reformas golpistas têm o claro objetivo de colocar o trabalhador contra a parede, levando-o a incertezas quanto à sua sobrevivência, o que por sua vez torna ainda mais difícil sua conscientização acerca da exploração a que é submetido todos os dias. O movimento sindical, instrumento indispensável no esforço de balizar as relações entre capital e trabalho, teve sua estrutura completamente vilipendiada pela sanha do patronato.

 A intensificação da era digital, em vez de proporcionar ganhos de qualidade de vida a quem de fato produz as riquezas, só tem ampliado os lucros já astronômicos do sistema financeiro, que no Brasil pratica uma verdadeira farra às custas de clientes e funcionários. O cumprimento de um papel social passa longe de ser realidade nessas instituições.

 Diante uma conjuntura tão complexa, é preciso construir novas formas de lutas. Os encontros de juventude bancária têm sido o espaço mais importante de formulação nesse sentido. Contudo, é preciso ir além. Em cada estrutura sindical da categoria bancária deve haver esse recorte específico para que a juventude possa exercer o protagonismo histórico que sempre foi sua marca registrada.

Portanto, nós jovens bancários e bancárias reunidos nesse 6º encontro reafirmamos nossa disposição em seguir firmes na luta pela garantia do emprego e de direitos históricos. Afinal, além da convicção de que nossas reivindicações são justas e viáveis, somos movidos pelo anseio de ter a qualidade de vida que nossos patrões insistem em nos negar.

 É nossa a força de transformação que a sociedade necessita. É com a união da juventude que a gente pode alçar os vôos para a mudança concreta da nossa realidade. E é através da luta e do compromisso já afirmado aqui que seguiremos rumo à construção de uma sociedade mais justa, igualitária e solidária. Não descansaremos!

 #ForaTemer

 #DiretasJá

 Saubara (BA), 06 de Agosto de 2017.

Fonte: FEEB BA/Se

 

Parceiros

Parceiros

  • Contraf
  • Federação dos Bancários
  • Bancários Classistas
  • AFBNB
  • Fenae
  • Vermelho
  • ANABB
  • CTB
Enquete

Enquete

O QUE VC ACHA DO GOVERNO TEMER ?